A Capal realiza investimentos substanciais na ampliação da sua capacidade de armazenamento de grãos e está preparada para receber a safra de verão 2023/2024. Com aporte de mais de R$ 40 milhões, a cooperativa entregou neste mês as obras de ampliação de silos na matriz em Arapoti (PR), Curiúva (PR) e em Itararé (SP). As estruturas juntas somam mais de 40 mil toneladas de capacidade de armazenamento. 

A entrega das obras foi estrategicamente pontual com a antecipação da chegada da soja nos armazéns da cooperativa. A colheita do grão, que era esperada somente a partir de 20 de janeiro, foi antecipada para o começo do mês devido a diversos fatores, principalmente climáticos.

Também estão em andamento obras em outras duas unidades da Capal, nos municípios de Wenceslau Braz (PR) e Taquarivaí (SP). Trata-se de uma ampliação de mais 40 mil toneladas e que somam investimentos de R$ 40 milhões. A previsão de entrega é para agosto deste ano. 

O diretor industrial da Capal, Lourenço Teixeira, comenta que as obras vêm no sentido de melhorar a condição de atendimento aos produtores associados da cooperativa, além de oferecer tranquilidade no momento da entrega da safra. “Sabemos que o Brasil é deficitário em armazenagem de grãos e a Capal vem, há anos, investindo para acompanhar o crescimento da produção dos nossos cooperados, sempre pensando em garantir a qualidade dos produtos.”

Projetos em estudo 

Atualmente, a Capal está analisando novos projetos referentes à construção de silos armazenadores na unidade recém-adquirida em Avaré (SP) e que, depois de prontos, terão capacidade estática para 50 mil toneladas de grãos. 

Os estudos também contemplam a construção de mais silos em Arapoti e Wenceslau Braz – Unidade de Sementes, totalizando aproximadamente 50 mil toneladas de armazenamento. Juntas as obras deverão somar investimentos de aproximadamente R$ 85 milhões. 

Sobre a Capal Cooperativa Agroindustrial

Fundada em 1960, a CAPAL conta atualmente com mais de 3,7 mil associados, distribuídos em 21 unidades de negócios, nos estados do Paraná e São Paulo. A cadeia agrícola responde por cerca de 65% das operações da cooperativa, produzindo mais de 959 mil toneladas de grãos por ano, com destaque para soja, trigo, milho e café. A área assistida ultrapassa os 179 mil hectares. O volume de leite negociado mensalmente é de 12 milhões de litros, proveniente de 320 produtores. Além disso, a cooperativa comercializa 31 mil toneladas de suínos vivos ao ano.


Share this article