São Luís (MA) recebe, até o dia 14 de setembro, o projeto “Casa do Alumínio – uma experiência de arquitetura, arte e design”. O objetivo da exposição itinerante, que também passará por outras duas cidades em 2019 – Belém (PA) e Pindamonhangaba (SP) –, é mostrar a importância desse metal no cotidiano das pessoas. 

Créditos: Divulgação/Centro Cultural do Alumínio.

Presente em diversos setores, da construção civil à indústria de embalagens, o alumínio também é um elemento importante na produção de obras de arte, dada a sua versatilidade e à infinidade de formas em que pode ser moldado. Essas características estão em obras que decoram a Casa do Alumínio e que levam a assinatura de artistas como Maria Bonomi, Hans Günter Flieg, Paulo Bordhin, Vicente Nu, Osni Branco, Hugo Curti, Tatiana Stropp, Silvia Ruiz, Regis Ribeiro, Mafê de Biaggi, Fabricio de Petta Barbosa, Marcelo Theodoro e Marianne Arnone.

Diferencial estético

Peças de mobiliário e utensílios que se destacam pelo design também estão presentes em todos os ambientes da Casa. São exemplos a cesta Nuvem, dos irmãos Humberto e Fernando Campana; a cadeira Iczero1- edição comemorativa 10 anos, de Guto Índio da Costa; e o banco Ondulação, de Richard Nascimento e Kati Takahashi, entre outros objetos. “Nosso objetivo é mostrar como o alumínio cria um diferencial estético e de vanguarda, seja pela sua aparência, seja pelas características ímpares que o material permite na construção dessas peças”, explica o diretor cultural do projeto, Flavio Enninger. 

“Uma dessas características que tem tudo a ver com a vida contemporânea é a sustentabilidade do alumínio, material que pode ser infinitamente reciclado e cuja produção em nosso país, da mineração da bauxita até a sua transformação em metal, segue rigorosos padrões de responsabilidade ambiental e de respeito ao homem”, lembra Milton Rego, presidente executivo da Associação Brasileira do Alumínio (ABAL).

Programação cultural

Com uma área útil de 150 m2, a Casa do Alumínio é composta por espaços como quarto, copa, living, banho, varanda e garagem, decorados e equipados com peças e utensílios de alumínio que somam 50 aplicações distintas. A exposição tem entrada gratuita e os visitantes podem experimentar uma verdadeira imersão no universo do alumínio, por meio de conteúdos digitais disponibilizados em tablets.

A Casa do Alumínio é uma realização do Ministério da Cidadania, via Lei de Incentivo à Cultura e Usina Projetos, com produção da Quattro Projetos e Instituto Cultural Quattro, curadoria do Centro Cultural do Alumínio (CCAL) e chancela da Associação Brasileira do Alumínio (ABAL). O projeto conta com patrocínio, via lei de incentivo, das empresas associadas à ABAL Alcoa, CBA (Companhia Brasileira de Alumínio), Norsk Hydro e Novelis, e tem apoio das seguintes empresas que cederam serviços e materiais para execução e montagem da cenografia: Cebrace, Nespresso, Maxion Wheels, Renault, Screenline e Truckvan.


Serviço

“Casa do Alumínio – uma experiência de arquitetura, arte e design”

Data e horário: 8 a 14 de setembro de 2019 | das 11h30 às 20h | evento gratuito 

Local: Shopping da Ilha – Avenida Daniel de La Touche, número 987, Cohama – São Luís (MA).

Por que visitar?

A exposição é uma oportunidade de conhecer mais sobre aplicações do alumínio no cotidiano das pessoas e como o metal propicia benefícios como, por exemplo, a redução de emissões de gases por meio da redução de peso de carros, menor consumo de energia em construções sustentáveis, criação de bens de consumo e obras de arte em design inteligentes pela sua maleabilidade.


Sobre a Associação Brasileira do Alumínio (ABAL) 

Fórum legítimo do setor, desde 1970, a Associação Brasileira do Alumínio defende os interesses das empresas que atuam diretamente ou indiretamente na indústria do alumínio. A entidade representa o setor junto ao governo e à sociedade, além de participar de fóruns e eventos relacionados aos negócios de seus associados. Mantém, ainda, parceria com federações e outras associações para ampliar o diálogo com toda a cadeia produtiva. Disseminadora de conhecimento, a ABAL responde pela elaboração das normas técnicas para processos e produtos da cadeia do alumínio, além de contribuir com a capacitação profissional por meio de cursos, palestras e seminários em diversas áreas. É missão da entidade tornar a indústria do alumínio mais competitiva, inovativa, sustentável e integrada.

Sobre o Centro Cultural do Alumínio-CCAL

Curadora artística da “Casa do Alumínio”, o Centro Cultural do Alumínio (CCAL) é um espaço público, multidisciplinar, de convivência e informações sobre esse metal presente em nossas vidas há mais de cem anos. Instalado em São Paulo, o CCAL concentra obras bibliográficas, históricas e artísticas sobre o alumínio e sua indústria, além de atender ao público em consultas na biblioteca, exposições, oficinas e workshops. Inaugurado em 2017, o CCAL recebeu incentivo do Ministério da Cultura – Lei Rouanet para sua implantação e foi viabilizado graças ao patrocínio das empresas Alcoa, CBA (Companhia Brasileira de Alumínio), Grupo ReciclaBR, Hydro e Novelis.


Share this article