portalarede

A Digital Agro, prevista para junho, mostrará como será o agronegócio do futuro, com novidades em automação, geolocalização e agricultura de precisão

O segundo dia da ExpoFrísia foi marcado por muitas informações aos cooperados e público presentes. Temas como Desempenho na Produção de Bezerras, Período de Transição das Vacas na região dos Campos Gerais, Gestão de Qualidade de Leite Frísia, Inovação e Resultados e Silagem de Grão Úmido de Aveia Branca estiveram em pauta.Foram julgados gados Jovem e Adulto das raças Holandesas Preto e Branco  e Vermelho e Branco. Ao todo, foram 332 animais e mais de 40 expositores presentes nos três dias de evento.

Julgamento

 Passaram pela avaliação de Carl Phoenix, juiz internacionalmente renomado, as características leiteiras como arqueamento de costelas, comprimento de corpo, ossatura plana, limpeza de corpo (animais sem acúmulo de gordura), feminilidade, abertura geral de corpo, amplitude de peito, largura e ângulo de garupa. Cada análise realizada demonstra as capacidades do animal de produzir leite em quantidade, qualidade e longevidade. Na ExpoFrísia, os machos também competem pelo Grande Campeão. Para serem bons geradores de futuras bezerras e vacas, passam por análises parecidas com a das fêmeas jovens.

Na categoria Fêmea Jovem, a Grande Campeã foi Bur Jr. Laura Avalanche 3209, do criador Hendrik de Boer e Renato de Boer. A Reservada Grande Campeã ficou para C.H Salomons Margarida 1710. Na categoria Novilha Fêmea, a primeira colocação foi para J.D.F Gretha 1925 Redburst, dos criadores Diego Dijkstra e Vinícius Dijkstra. Na categoria Bezerro, RCH Guerreiro 2601 Moses, pertencente a Raphael Cornelis Hoogerheide, foi o colocado número um.

Roberto Ari de Castro Greidanus, de Carambeí, foi eleito o melhor expositor e melhor criador da raça Holandesa Vermelha e Branca. Os julgamentos continuam neste sábado, das 13h às 16h, no Pavilhão de Exposição Frísia, no Parque Histórico de Carambeí (PR). A Copa e Workshop dos Apresentadores, evento que reunirá os puxadores das cooperativas Frísia, Castrolanda e Capal, acontece das 10h às 12h.

Balanço

 Os dirigentes da Frísia estão satisfeitos com os resultados e já se preparam para a Digital Agro, feira que acontece em junho de 2017. O evento será uma mostra do agronegócio do futuro, com novidades em automação, geolocalização e agricultura de precisão. “A obtenção instantânea de dados pelo produtor rural é responsável por modificar o desempenho produtivo. O agronegócio se tornou digital e é a oportunidade para que o gestor, independentemente do tamanho da propriedade, possa ser inserido no mercado global em igualdade com outrosplayers que já estão nessa realidade”, afirma o presidente da Frísia, Renato Greidanus.

 Crédito das fotos: Raul Voorsluys


Share this article