Vendendo cabides de alumínio. Foi dessa forma que alunos da rede pública do município de Juruti, no Pará, aprenderam na prática o conceito de empreendedorismo e como funciona a administração de uma empresa.

A turma da Escola Estadual Raimundo de Sousa Coelho participou do Programa Miniempresa, promovido há seis anos graças a uma parceria entre o Instituto Alcoa, Junior Achievement, empresas locais e a Prefeitura de Juruti. O projeto tem como objetivo estimular os alunos a vivenciarem na prática o senso de liderança e responsabilidade na operação de uma empresa de verdade. Gestão, finanças, vendas, administração, produtividade. Esses foram alguns dos conceitos trabalhados durante as jornadas no contraturno escolar de 26 alunos, orientados por funcionários voluntários da Alcoa e de empresas contratadas.

Segundo o gerente de Assuntos Institucionais e Recursos Humanos da Alcoa Juruti, Rogério Ribas, por meio desse programa é possível proporcionar à juventude a vivência prática da gestão e do empreendedorismo. “Independentemente da carreira que decidirem seguir, seja conduzindo o próprio negócio, seja como empregado, o espírito empreendedor é fundamental e tenho certeza que estamos contribuindo com o aprendizado e a experiência profissional desses jovens”, frisou Ribas.

Os estudantes venderam 100% da produção e geraram lucro aos acionistas. Além disso, os valores arrecadados com impostos e encargos pela empresa fictícia “Metalbides” beneficiaram crianças e adolescentes da Casa de Acolhimento Deus Conosco por meio da doação de materiais.

“Participar do Miniempresa foi uma experiência única. A partir do curso, agora sabemos como nos portar em uma empresa, trabalhar em equipe. Aprendemos a nunca desistir dos nossos objetivos”, diz Lucas Pereira, estudante que teve a função de presidente da Miniempresa Metalbides. Os estudantes também levaram para a miniempresa o conceito de responsabilidade social e ambiental aplicado na gestão da fábrica de cabides de alumínio. Um dos diferenciais da turma foi a implementação de canecas para todos da empresa, eliminando os copos descartáveis e introduzindo os conceitos da Produção Mais Limpa.

A opção dos estudantes por opções sustentáveis, segundo Milton Rego, presidente-executivo da Associação Brasileira do Alumínio (ABAL), segue em sintonia com a matéria-prima dos produtos da “Metalbides”. “O alumínio é um material inteiramente reciclável e que pode ser reaproveitado quantas vezes forem necessárias, já que mantém as suas características”, explica. “Além disso, o alumínio brasileiro se destaca no mercado internacional devido à baixa pegada de carbono. Metade do consumo de alumínio no Brasil vem da reciclagem e o nosso país é o campeão mundial em reaproveitamento de latas de alumínio”.


Share this article