Visitantes poderão conhecer mais sobre a importância da espécie de maneira interativa

Papagaio-verdadeiro. Foto: Haroldo Palo Jr

Papagaio-verdadeiro. Foto: Haroldo Palo Jr

Falante e com aspecto simpático, o papagaio-verdadeiro (Amazona aestiva) é a espécie-bandeira do Ano do Papagaio, campanha de conscientização para conservação e contra o tráfico das aves em todo o Brasil. Como parte das ações de conscientização, a Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza realiza em Corumbá (MS), até o dia 30 de setembro, a exposição ‘Papagaio-verdadeiro’.

“Esta atividade foi pensada para aliarmos ações educativas à sensibilização para a conservação das espécies de papagaio do Pantanal”, explica Ivonete Guaragni, administradora da Estação Natureza Pantanal, local da exposição, a cerca de 400 km de Campo Grande (MS). “O trabalho de conscientização, é importante para mostrar às pessoas o quanto se prejudica as aves ao comprá-las de forma ilegal, por exemplo. Através da exposição vamos apresentar de forma lúdica e interativa muito conhecimento aos visitantes”, completa.

A mostra, realizada em parceria com a Fundação Neotrópica (ONG que realiza o Projeto Papagaio-Verdadeiro), leva o visitante, já na entrada, a passar entre um ipê amarelo de dois metros de altura, onde a ave costuma construir seus ninhos. Além de descobrir os hábitos do papagaio-verdadeiro, todos terão também a oportunidade de conhecer mais sobre o Pantanal.

Os visitantes poderão, ainda, interagir com uma mostra de vídeos, imagens e sons sobre as espécies da região e participar de um concurso de desenhos sobre o papagaio-verdadeiro: uma experiência para todas as idades.

E para tornar a visita ainda mais inesquecível, é possível agendar um horário para participar da sessão de teatro de bonecos intitulada ‘Nas asas do vento’, que apresenta como vive o papagaio-verdadeiro (Amazona aestiva) e as principais ameaças à ave. Além disso, o visitante poderá conhecer mais curiosidades sobre o papagaio-papa-goiaba (Amazona xanthops) e papagaio-trombeteiro (Amazona amazônica) também na exposição.

Um brasileiro em busca da sobrevivência

O papagaio-verdadeiro é o papagaio mais popular do Brasil, o que o torna também o mais procurado por traficantes de animais silvestres, pois é um imitador habilidoso da fala humana. Outro fator que contribui para a extinção da espécie é a degradação dos ambientes naturais onde habita; o desmatamento é a principal causa. No Pantanal, por exemplo, a cobertura vegetal nativa está sendo ameaçada pela introdução de pastagens.
Com cerca de 40 cm de comprimento e pesando 370g, a ave vive em áreas de mata seca e úmida e alimenta-se principalmente de flores, polpa de frutos, folhas e sementes de frutos secos. A reprodução acontece durante a primavera e início do verão. Monogâmica, faz os ninhos nas cavidades das árvores e, por volta dos cinco anos de idade, procura um parceiro, ao qual se mantém fiel por toda a vida.

Serviço:

Local
Estação Natureza Pantanal
Edifício Sleiman – Ladeira José
Porto Geral – Corumbá (MS)

Horário de funcionamento
Terça a sexta
Das 9h às 11h20 (última sessão às 11h20)
Das 14h às 17h20 (última sessão às 17h20)
Sábados
Das 14h às 18h (última sessão às 17h20)


Share this article