Parceiros na vida e na sala de aula, Deusdedit Leão Monteiro de Resende, 78, e Maria Helena Inacarato Resende, 77, concluíram recentemente a graduação no curso de Teologia ofertado pelo Centro Universitário Internacional Uninter, com duração de quatro anos.

O casal de idosos, que reside atualmente em Juiz de Fora, interior de Minas Gerais, optou pela metodologia do ensino a distância (EAD) e comemoram com orgulho os diplomas em mãos. “Foi um amigo nosso da igreja que apresentou o curso e vimos ali a oportunidade de realização de um sonho. Sempre estudamos bastante por conta própria, então para nós foi uma experiência maravilhosa e fizemos pela vontade de servir mais e dar o nosso melhor para Deus”, comenta Maria Helena.

Deusdedit e a esposa integram uma pequena parcela de estudantes com mais de 60 anos de idade em instituições de ensino superior públicas ou privadas no Brasil. Segundo os dados do Censo 2019 do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (INEP), a participação de idosos no ensino superior representa 0,5% do total de matriculados. Para efeito de comparação, em 2018, este número foi ainda menor: 0,3 % de ingressos com esta faixa etária.

A gestora do Polo Uninter Juiz de Fora, Maria Dornellas, acompanhou a trajetória do casal desde o início e destaca o desejo de se reinventar dos alunos, mesmo após os 75 anos. “A grande mensagem que eles deixam para nossa cidade e para a nossa sociedade em geral é que não existe limite de idade para começar um novo desafio, basta ter atitude e empenho. O curso a distância nos propicia muitas possibilidades e a passagem deles no polo foi inspiradora.”

A longa caminhada de serviços prestados à igreja local motivou os idosos a iniciarem os estudos. Há mais de 40 anos, o casal dedica os seus esforços na realização de eventos, pregações, palestras, viagens, encontros entre fiéis e diversas outras atividades ligadas à evangelização. E a escolha do tema para o trabalho de conclusão do curso em Teologia dá continuidade ao seus projetos de vida.

Catequese online

Em meio à pandemia, Deusdedit e Maria Helena migraram os ensinamentos bíblicos para o ambiente virtual e juntos escreveram uma monografia sobre o funcionamento de uma “catequese online”.

A ideia foi abraçada pela igreja e as páginas do trabalho ganharam forma. Com o apoio dos padres e da comunidade, a catequese online em breve será uma realidade, com as aulas ministradas virtualmente pelo casal. O objetivo da inciativa é proporcionar um momento para refletir a palavra de Deus. Tanto jovens quanto adultos podem participar do encontro.

“Montamos a catequese porque sentimos falta de uma programação adequada para as necessidades da igreja e dos fiéis. Nós estudamos muito, formatamos as aulas e preparamos todo o projeto. E agora, vamos adiante”, destaca Maria Helena. “Eu já fui professora para crianças, mas a partir do estágio que realizamos com o padre Tarcísio, nós aprimoramos essa parte. A gente tirava as dúvidas, montava o conteúdo, corrigia com o padre e, assim, trabalhávamos juntos”, complementa.

O link para acompanhar o ensino da catequese online será disponibilizado em breve. “Sabemos que os jovens precisam trabalhar, estudar e têm uma série de outras obrigações; então, este foi o caminho para continuarmos o nosso trabalho e ajudar os nossos irmãos”, finaliza Deusdedit.

Crédito das informações e fotos: Rafael Rodrigues (Uninter Juiz de Fora)


Share this article